Engenharia de cogeração

O que é a cogeração?

A cogeração consiste na produção simultânea de energia eléctrica e de energia térmica útil (em forma de vapor e/ou água quente).

   

A vantagem deste tipo de instalações é o seu elevado rendimento energético, pois se aproveita tanto o calor como a energia mecânica ou eléctrica de um único processo, em vez de utilizar uma central eléctrica convencional e para as necessidades calor uma caldeira convencional.

Tipos de centrais utilizadas para instalações de cogeração:

Este tipo de centrais pode funcionar com uma grande variedade de combustíveis :

 

Em seguida enumera-se os serviços particulares que a pode oferecer ao longo da fase do projecto de uma instalação de cogeração:

Estudos de oportunidade

Têm como finalidade determinar de forma preliminar as possibilidades de cogeração em determinado sector industrial ou sector de serviços. Partem dos dados facilitados pela parte interessada. São gratuitos e orientam sobre o tipo de instalação e a potência mais adequada à sua configuração energética.

Estudos de viabilidade ou de alternativas

Analisam em detalhe as várias opções de cogeração que se podem oferecer ao industrial. Para cada alternativa é definido:

Projectos

Projecto executivo da central seleccionada. Este documento, à parte de fixar os aspectos fundamentais da instalação e proporcionar as especificações dos equipamentos principais e folhas de dados dos auxiliares, serve também para solicitar a autorização administrativa da central.

Durante esta fase solicitam-se ofertas definitivas dos equipamentos principais:
  motorgeradores, turbinas, caldeiras, interligação com a rede, etc.

Engenharia de Desenvolvimento

Quando a Propriedade decide realizar o investimento, dá-se inicio à engenharia de desenvolvimento, através da compra dos equipamentos principais, a partir dos quais se projectará a central correspondente. As actividades nesta fase são, de maneira geral, as seguintes:

Direcção de obra e inicio de funcionamento

Coordenação e supervisão dos trabalhos dos diferentes empreiteiros, bem como definição das provas de recepção das instalações e apuramento de garantias e sanções.

Seguimento da exploração

Definição do plano de execução e manutenção de modo a assegurar o correcto serviço e exploração da central. Atenção e resolução de incidências que possam ocorrer. Inspecção do comportamento da instalação. Introdução de pequenas melhorias que se vão produzindo.

Dentro desta secção também se realizam as previsões de exportação diária das instalações que vendem a sua energia ao mercado livre.